Clodoaldo Silva, o Tubarão das Piscinas, se emociona ao acender a Pira Paralímpica no Maracanã

Rio de Janeiro - Lenda do esporte e dono de 13 medalhas paralímpicas, o mentor do Time Nissan Clodoaldo Silva teve a honra de acender a Pira Paralímpica na cerimônia de abertura oficial dos Jogos Rio 2016, na noite de ontem, no Maracanã.

Emocionado, o "Tubarão das Piscinas" foi ovacionado pelo público presente ao estádio no momento em que recebeu a chama para acender a pira. "Foi uma caminhada rápida, mas, ao mesmo tempo, demorou pra caramba", brincou Clodoaldo, contando que foi como se tivesse visto um filme sobre a sua vida naquele momento.

"Fiquei feliz e bastante emocionado quando o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Andrew Parsons, me convidou. E foi algo inesquecível, inexplicável. Nem nos melhores filmes do cinema, o final não seria tão bom", contou Clodoaldo, logo após a cerimônia.

Nascido em Natal, no Rio Grande do Norte, Clodoaldo, aos 37 anos, é considerado um fenômeno das piscinas. Entre os destaques de sua vitoriosa carreira estão as 13 medalhas que conquistou em Jogos Paralímpicos, sendo seis de ouro, 19 medalhas em Jogos Pan-Americanos (13 de ouro) e ainda nove medalhas em Campeonatos Mundiais, todas de ouro. Devido à falta de oxigênio durante o parto, Clodoaldo nasceu com paralisia cerebral, o que afetou o movimento das pernas e a coordenação motora.

Clodoaldo começa a competir nos Jogos do Rio já amanhã. É a sua quinta participação em paralimpíada. Ele compete nas provas de revezamento 4x50m livre, 50m livre e 100m livre.