O atleta do Time Nissan vence a prova dos 100m rasos e se classifica para disputar a modalidade em Tóquio.

Rio de Janeiro (12/11/2019) - Petrúcio Ferreira, atleta do Time Nissan, acaba de conquistar sua segunda medalha de ouro no Mundial de Atletismo Paralímpico em Dubai. O velocista completou a prova dos 100m rasos, na qual é especialista, em 10s44 e novamente subiu ao lugar mais alto do pódio.

Durante a madrugada de hoje, disputando as semifinais, o brasileiro quebrou o recorde mundial dos 100m na modalidade T47. Petrúcio fechou a prova em 10s42, superando o tempo anterior de 10s50, conquistado em junho do ano passado no Grand Prix de Atletismo Paralímpico, na França. 

A primeira medalha de ouro nos Emirados Árabes veio no último sábado, 09 de novembro, quando o velocista terminou a prova dos 400m rasos com 0.4 décimos de segundos de vantagem em relação ao segundo colocado.

Ainda no fim de semana, o paraibano garantiu sua vaga para Tóquio, em 2020, nos 400m rasos e com a vitória de hoje também se classifica para disputar os 100m no Japão. Esse é o quarto título mundial do brasileiro, o segundo nos 100m, modalidade na qual ele é campeão paraolímpico e bicampeão parapan-americano.

Na quinta-feira, 14 de novembro, Petrúcio ainda disputará, junto com Verônica Hipólito, também do Time Nissan, o revezamento universal em Dubai. 

Time Nissan

O Time Nissan foi criado em 2012 pela empresa para colaborar com a formação de atletas brasileiros. O grupo mescla atletas em diferentes momentos de carreira, de nomes já consagrados a jovens promessas, sendo que todos eles compartilham com a Nissan valores e atitudes como atrevimento, busca pela melhoria constante, respeito ao próximo, superação e pensamento de vencedor.

Em 2017, o projeto teve uma evolução: o Time Nissan 2.0. Ele é formado por 11 atletas de nove modalidades esportivas e pelo mentor Clodoaldo Silva, lenda do esporte com 14 medalhas em Jogos Paralímpicos. A Nissan entende que os integrantes do projeto têm a estrutura e o acompanhamento de técnicos e especialistas para o treinamento, então, a empresa visa apoiar o crescimento profissional do lado de fora da área de competição e também a evolução pessoal de cada um.

Este grupo reafirma um dos principais pilares da empresa, que é a diversidade. A equipe se divide em seis atletas olímpicos e seis paralímpicos – incluindo o mentor –sendo seis homens e seis mulheres. O equilíbrio entre atletas com e sem deficiência reforça também o foco da Nissan em garantir mobilidade para todos.