Nissan realiza sonho de jovem atrevido que queria ver Usain Bolt competindo

Rio de Janeiro - Em dez dias, os Jogos Olímpicos e a Nissan proporcionaram experiências únicas a um jovem do subúrbio do Rio de Janeiro. Jorge Alberto Gomes, de 14 anos, foi um dos protagonistas da Cerimônia de Abertura ao ser escolhido para acender a Pira Olímpica localizada na Praça da Candelária. Mas esse seria o único contato direto de Jorge com a olimpíada se não fosse a Nissan. Sem ingressos para as competições, o fã e praticante de atletismo acompanharia a disputa somente à distância. Coube à Nissan, patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos, fazer o convite para que Jorge pudesse assistir "in loco" ao tricampeão olímpico Usain Bolt, diretor Global de Excitement da empresa e embaixador do esportivo Nissan GTR.

"A possibilidade de ver o Bolt de perto me deixou um pouco chocado. Não tinha conseguido nenhum ingresso para os Jogos, pretendia ver somente pela TV. Estou muito feliz e agradeço muito à Nissan. Nunca imaginei que tudo isso pudesse acontecer comigo. Primeiro acendi a pira e agora vi meu ídolo. Fico até emocionado quando paro para pensar em tudo isso", disse Jorge, que admitiu a dificuldade para dormir na noite antes da ida ao estádio.

 A Nissan identificou em Jorge o atrevimento que norteia as ações da empresa, o que motivou o convite para ir ao Estádio Olímpico. O jovem praticante de atletismo, na Vila Olímpica da Mangueira, tem como meta tornar-se profissional, com Usain Bolt como referência. Para quem já realizou o sonho de ver o ídolo, Jorge se atreve a querer mais:

"Eu quero me profissionalizar na disputa dos 400 e dos 200 metros rasos. Penso estar na olimpíada de 2020. Mas sou muito novo. Então, seria uma participação mais para conhecer. O meu sonho é buscar uma medalha em 2024. Não deve dar tempo de enfrentar o Bolt, mas se ele continuar correndo, quem sabe?".

Jorge foi ao Estádio Olímpico acompanhado da treinadora, Edileuza Medeiros. Foi ela a responsável por indicá-lo para acender a Pira Olímpica.