Nissan GT-R, um adeus épico

  • "A Grande Despedida" surpreende idosos apaixonados por carros em ação comemorativa dentro de um autódromo

Abandonar um hábito é sempre complicado. E despedir-se de algo que você ama, como dirigir, é ainda mais difícil. O Código de Trânsito Brasileiro não determina a idade na qual as pessoas são obrigadas a deixar a direção. Entretanto, para obter ou renovar uma carteira, quem tem mais de 65 anos deve passar por um teste físico a cada três anos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera a idade cronológica de 65 anos como definição de uma pessoa idosa, com base num possível declínio das condições de saúde.

Com este fator emocional em mente, a Nissan do Brasil criou a ação "A Grande Despedida", na qual os idosos assumem o volante do modelo esportivo Nissan GT-R numa pista de corrida. A marca transformou a despedida em um momento especial com uma experiência repleta de surpresas do começo ao fim.

As histórias dos participantes foram filmadas e você pode assistir clicando aqui.

O Nissan GT-R é um dos ícones da indústria automotiva mundial, com motor V6 3.8 biturbo com 572 cavalos de potência – em sua versão 2017. A ação GT-R "A Grande Despedida" prova que adrenalina e excitement são ingredientes especiais para qualquer idade. 

Nissan no Brasil
A Nissan, uma das maiores fabricantes de veículos do mundo, está presente no Brasil desde 2000 e opera hoje com mais de 160 concessionárias em todos os estados do País. A empresa investiu R$ 2,6 bilhões na construção de seu Complexo Industrial próprio em Resende, no estado do Rio de Janeiro. Esta unidade industrial foi inaugurada em abril de 2014 e tem a capacidade de produzir 200 mil carros e 200 mil motores por ano. Atualmente, a unidade industrial fabrica o Nissan March, o Nissan Versa e o Nissan Kicks, além dos motores flexfuel 1.0 12V e 1.6 16V.