Nissan comemora a inclusão por meio do patrocínio aos Jogos Paralímpicos Rio 2016 e leva 50 ONGs para o evento

Foto: Os jovens das ONGs foram levados para conhecer o Parque Olímpico da Barra Crédito: Divulgação

Rio de Janeiro - A Nissan orgulha-se de seu patrocínio aos Jogos Paralímpicos Rio 2016, o que reforça o compromisso de longo prazo com o Brasil e deixa um legado positivo à população. A empresa compartilha os valores dos Jogos e se esforça para criar um ambiente no qual as pessoas de diferentes culturas, etnias, idades e origens vivam e trabalhem em harmonia. Por esta razão, a Nissan convidou mais de 50 organizações não-governamentais (ONGs) de todo o Brasil para participar dos Jogos do Rio, permitindo que mais de 200 pessoas que representam importantes programas sociais e de inclusão façam parte dessa comemoração histórica no Rio de Janeiro.

"A Nissan acredita que cada empresa deve estar comprometida com a população das regiões e países em que atua e, por esse motivo, precisa apoiar e contribuir para o desenvolvimento social e cultural da sociedade com suas ações. O Instituto Nissan no Brasil ajuda cerca de 17.000 pessoas a transformarem suas vidas por meio da promoção da educação, formação profissional, saúde, assistência social e um ambiente melhor", explicou o presidente da Nissan do Brasil, François Dossa.

Durante os Jogos Paralímpicos Rio 2016, o Instituto Nissan ofereceu mais de 9.000 ingressos para organizações sem fins lucrativos e não-governamentais. Alguns de seus representantes e beneficiários, incluindo os de instituições apoiadas pela Nissan como Associação Miratus e Gol de Letra, do Rio de Janeiro, e Casa do Zezinho, em São Paulo, estão sendo hospedados de 6 a 19 de setembro no Nissan Kicks Hotel, na Praia de Copacabana, um dos mais belos cenários do mundo.

Esta oportunidade única está permitindo que as organizações se reúnam para compartilhar suas experiências nos esportes, na música, nos serviços sociais, na educação, na cultura, nos meios de comunicação social, no voluntariado e muito mais. Durante a primeira semana, Adriana Araújo, atleta do Time Nissan que se tornou a primeira mulher brasileira a conquistar uma medalha olímpica na história do boxe, em Londres 2012, deu um testemunho inspirador para as ONGs sobre o que é necessário para superar obstáculos e aumentar a resiliência, a fim de atingir os objetivos.

François Dossa, que recepcionou os convidados, acredita que o programa criará uma atmosfera de intercâmbio, permitindo à Nissan ouvir sobre as necessidades e os desafios enfrentados por organizações sem fins lucrativos na atualidade e a discutir ideias para futuro desenvolvimento e colaboração.

"Os Jogos Paralímpicos são uma grande oportunidade para conscientizar a sociedade da importância do apoio à diversidade e do fim dos preconceitos. Por isso, decidimos convidar ONGs de todo o país para poderem viver este momento, conviver entre si e também compartilhar conosco suas experiências e conhecimento", disse o presidente da Nissan do Brasil.

A fim de apoiar e promover o engajamento social, todos os concessionários Nissan, em todo o Brasil, participaram de um concurso em que foram selecionadas 12 ONGs para participar do programa dos Jogos Paralímpicos. A Nissan deu ingressos para mais de 20 instituições brasileiras que trabalham principalmente com crianças e jovens. Ao permitir que eles possam ter essa experiência com os Jogos Paralímpicos, a empresa acredita que a futura geração fique inspirada criar um mundo melhor e mais inclusivo.

A Nissan também está planejando uma série de compromissos com sua força de trabalho, a fim de promover uma verdadeira mudança de paradigma em relação às pessoas com algum tipo de deficiência. Cada funcionário que trabalha no Rio recebeu três ingressos para os Jogos Paralímpicos para desfrutar com sua família e amigos.

Além de seu patrocínio dos Jogos Paralímpicos, a Nissan oferece suporte ao Comitê Paralímpico Brasileiro e ao da Grã-Bretanha, e a diversos atletas paralímpicos individuais.

 

# # #

 

Sobre a Fundação Gol de Letra
Criada em 1998, a Fundação Gol de Letra trabalha com conceito de educação integral, desenvolvendo programas e projetos com atividades de esporte e lazer, expressão oral e escrita, cultural, artística e corporal, educação para o trabalho e desenvolvimento local. Com atuação na Vila Albertina, em São Paulo, e no Caju e Barreira do Vasco, no Rio de Janeiro, a Fundação atende crianças, adolescentes e jovens, aliando práticas educacionais e de assistência social ao desenvolvimento comunitário e de suas famílias. Desde 2009, a Gol de Letra trabalha com a área de Disseminação, realizando capacitações e implementando projetos baseados em sua metodologia. As ações já passaram por dez comunidades brasileiras nos estados de Minas Gerais, Bahia, São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Goiás, no Distrito Federal e em Guiné-Bissau.

Nissan no Brasil
A Nissan, uma das maiores fabricantes de veículos do mundo, está presente no Brasil desde 2000 e opera hoje com mais de 160 concessionárias em todos os estados do País. A empresa produz automóveis na fábrica da Aliança Renault Nissan, em São José dos Pinhais, no Paraná, desde 2002, e investiu R$ 2,6 bilhões na construção de seu Complexo Industrial próprio em Resende, no estado do Rio de Janeiro. Esta unidade industrial foi inaugurada em abril de 2014 e tem a capacidade de produzir 200 mil carros e 200 mil motores por ano. Atualmente, a unidade industrial fabrica o Nissan March e o Nissan Versa e os motores flexfuel 1.0 12V e 1.6 16V.

A Nissan do Brasil é patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. A parceria contempla o fornecimento de cerca de 4.200 veículos de diversos tipos que irão atender às necessidades dos Jogos e do Time Brasil. Além da parceria com o evento, a Nissan também patrocina o Revezamento das Tochas Olímpica e Paralímpica Rio 2016. A participação da Nissan nos Jogos Rio 2016 se dá, ainda, por meio do Time Nissan, programa de mentoria a 31 atletas brasileiros que buscam classificação e destaque nos primeiros Jogos Olímpicos e Paralímpicos sediados no Brasil. São mentores do grupo Hortência Marcari, maior ídolo do basquetebol feminino brasileiro, e Clodoaldo Silva, dono de 13 medalhas em Jogos Paralímpicos.

Instituto Nissan
Entidade criada em junho de 2013 para reunir as ações de responsabilidade social da Nissan do Brasil. É a primeira instituição desta natureza em todos os países em que a Nissan atua. O Instituto Nissan tem como pilares fundamentais a promoção da mobilidade, da sustentabilidade e da comunidade e visa à educação como forma de contribuição para o desenvolvimento da sociedade. Sua missão é valorizar e transformar vidas por meio da promoção gratuita de educação, capacitação profissional, saúde, meio ambiente e assistência social.

Nissan Motor Co. 
A Nissan é uma produtora de veículos mundial que vende mais de 60 modelos sob as marcas Nissan, Infiniti e Datsun. No ano fiscal 2015, a companhia vendeu mais de 5,4 milhões de veículos globalmente, gerando uma receita de 12,9 trilhões de ienes. A Nissan desenvolveu, produz e comercializa o veículo 100% elétrico mais vendido do mundo, o Nissan LEAF. A sede global da Nissan, em Yokohama, no Japão, gerencia as operações em seis regiões: Ásia e Oceania; África, Oriente Médio e Índia; China; Europa; América Latina e América do Norte. A Nissan tem uma força de trabalho global de 247,500 mil funcionários e é associada à fabricante francesa Renault, formando a Aliança Renault-Nissan desde março de 1999. Para mais informações sobre nossos produtos, serviços e compromisso com a mobilidade sustentável, visite nosso website: http://www.nissan-global.com/EN/.