Judoca Michele Ferreira, atleta do time Nissan, que conquistou dois bronzes paralímpicos e dois ouros em Jogos Parapan, conduz a Tocha Olímpica Rio 2016 em Campo Grande

Foto: atleta Michele Ferreira conduz a Tocha Olímpica em Campo Grande Crédito: Nissan/Divulgação

Campo Grande – Desbravar novos mundos. Conhecer pessoas. Conquistar os sonhos mais impossíveis. São essas as experiências que o judô trouxe para a atleta paralímpica do Time Nissan, Michele Ferreira. A sul-mato-grossense conduziu a Tocha Olímpica Rio 2016 em Campo Grande, em frente ao Instituto que mudou a sua vida, o ISMAC (Instituto Sul Mato Grossense para Cegos Florivaldo Vargas). E com uma plateia digna de uma judoca que tem dois bronzes paralímpicos (2008 em Pequim e 2012 Londres) e dois ouros nos Jogos Parapan- Americanos (2011 em Guadalajara e 2015 em Toronto).

"Carregar a Tocha na minha cidade, em frente ao ISMAC, onde tudo começou para mim quando eu tinha 19 anos, tem um simbolismo muito grande. É uma emoção muito grande. O judô me ajudou a descobrir um mundo à parte, pois através dele conheci pessoas de vários lugares. O judô me deu oportunidade de sair do meu estado e do meu país e fazer coisas que jamais pensei que um dia faria".

Ao lado da filha Emily, de 6 anos, do namorado, de amigos e familiares, Michele estava emocionada e reafirmou sua força de mãe, mulher e atleta atrevida assim como a Nissan. Para a judoca, romper barreiras todos os dias é uma tarefa árdua, mas necessária para vencer no esporte e na vida. Por isso fazer parte do Revezamento é mais uma vitória da sua jornada de muitas batalhas.

"Meu coração está a mil, assim como vai estar nos Jogos no Rio de Janeiro. Sou atrevida assim como todos os deficientes visuais que saem diariamente de casa batendo bengala na rua. A Nissan é atrevida por que apoia todos, não importando o estado, a origem ou se é deficiente ou não. Assim como eu a Nissan foi rompendo barreiras. É muito bom saber que você tem um patrocinador muito importante por trás e que acredita em você, isso dá uma credibilidade muito maior ao que a gente faz".

O Nissan Kicks, carro oficial dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016,  comanda o comboio que vai cruzar o Brasil até o dia 5 de agosto, passando por 326 cidades em 95 dias.

# # #

Nissan no Brasil
A Nissan, uma das maiores fabricantes de veículos do mundo, está presente no Brasil desde 2000 e opera hoje com mais de 160 concessionárias em todos os estados do País. A empresa produz automóveis na fábrica da Aliança Renault Nissan, em São José dos Pinhais, no Paraná, desde 2002, e investiu R$ 2,6 bilhões na construção de seu Complexo Industrial próprio em Resende, no estado do Rio de Janeiro. Esta unidade industrial foi inaugurada em abril de 2014 e tem a capacidade de produzir 200 mil carros e 200 mil motores por ano. Atualmente, a unidade industrial fabrica o Nissan March e o Nissan Versa e os motores flexfuel 1.0 12V e 1.6 16V.

A Nissan do Brasil é patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. A parceria contempla o fornecimento de cerca de 4.200 veículos de diversos tipos que irão atender às necessidades dos Jogos e do Time Brasil. Além da parceria com o evento, a Nissan também patrocina o Revezamento das Tochas Olímpica e Paralímpica Rio 2016. A participação da Nissan nos Jogos Rio 2016 se dá, ainda, por meio do Time Nissan, programa de mentoria a 31 atletas brasileiros que buscam classificação e destaque nos primeiros Jogos Olímpicos e Paralímpicos sediados no Brasil. São mentores do grupo Hortência Marcari, maior ídolo do basquetebol feminino brasileiro, e Clodoaldo Silva, dono de 13 medalhas em Jogos Paralímpicos.