Fabricado em Resende, Kicks viaja 2.200 km para encantar o público argentino

Acompanhe a viagem do crossover desde seu ‘nascimento’, na fábrica da Nissan no sul fluminense, até sua chegada às ruas da Argentina

RESENDE, Brasil – No final de 2017, o projeto de exportação do Complexo Industrial da Nissan em Resende alcançou um marco importante. Pela primeira vez, um lote com unidades do Nissan Kicks produzidas no Brasil embarcou para a Argentina. Desde então, mais de 3.000 unidades do crossover percorreram cerca de 2.200 km rumo à Buenos Aires para encantar o público argentino.

Partindo da fábrica de Resende, os lotes de Kicks seguem para o Porto do Rio de Janeiro. De lá embarcam em navios com destino ao Porto Delta Dock, na cidade de Buenos Aires. É na capital argentina que os veículos são distribuídos para toda a rede de concessionários do país.

O Nissan Kicks, primeiro modelo Nissan inspirado e desenhado para os mercados da América Latina, e crossover da marca mais premiado na região, está disponível na Argentina em quatro versões: Exclusive CVT, Advance CVT, Advance MT e o Kicks Special Edition.

A exportação do crossover produzido no Brasil para o país vizinho, primeiro importador do modelo, demonstra a evolução do Complexo Industrial de Resende e a expansão da Nissan na América Latina. A fábrica, que no mês que vem comemora 4 anos, coleciona conquistas expressivas. Recentemente, comemorou dois anos do projeto de exportação e alcançou a marca de 30 mil veículos exportados para 8 países da região: Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai.

Nissan Kicks
Com um estilo ousado e dinâmico, o Nissan Kicks foi criado para os clientes que levam uma vida agitada nas grandes cidades e precisam enfrentar os desafios da "selva urbana". O modelo é um dos primeiros a integrar o conceito de "Mobilidade Inteligente" da Nissan, resultado de avançados processos de engenharia e manufatura e inclusão de itens tecnológicos que proporcionam o equilíbrio perfeito entre desempenho e economia de combustível.

O Nissan Kicks traduz este conceito em uma série de atributos, como um motor moderno, o câmbio Xtronic CVT de última geração, peso menor em comparação com seus concorrentes, além de design aerodinâmico que aumenta a eficiência. Além disso, o Nissan Kicks é equipado com tecnologias de segurança realmente úteis, como a Visão 360° com Sistema Inteligente de Câmeras, o Detector de Objetos em Movimento, Controle Inteligente de Chassi, Controle Dinâmico em Curvas, Estabilizador Ativo de Carroceria e Controle Inteligente de Freio Motor, nos modelos topo de linha.

A comercialização do Nissan Kicks foi iniciada mundialmente no Brasil, seguindo depois para outros mercados da América Latina, além da China, Emirados Árabes e dos Estados Unidos, onde começa a ser vendido em 2018. O crossover global tem previsão de lançamento em mais de 80 países.

Com inúmeros prêmios em seu primeiro ano de mercado, o Nissan Kicks rapidamente se tornou um sucesso de vendas no Brasil e na região. Entre os prêmios que recebeu, destaque para "SUV do ano 2017", concedido pela Federação Interamericana de Jornalistas Automotivos/FIPA, "Melhor Crossover da América Latina, pela Americar, "Melhor SUV Compacto", da L'Auto Preferita (Brasil), "Melhor SUV Importado", concedido pela Top Car TV (Brasil), "O Melhor" e "O Melhor SUV do ano", estes dois últimos pela Car and Driver do Brasil.

Nissan no Brasil
A Nissan, uma das maiores fabricantes de veículos do mundo, está presente no Brasil desde 2000 e opera hoje com mais de 160 concessionárias em todos os estados do País. A empresa investiu R$ 2,6 bilhões na construção de seu Complexo Industrial próprio em Resende, no estado do Rio de Janeiro. Esta unidade industrial foi inaugurada em abril de 2014 e tem a capacidade de produzir 200 mil carros e 200 mil motores por ano. Atualmente, a unidade industrial fabrica o Nissan March, o Nissan Versa e o Nissan Kicks, além dos motores flexfuel 1.0 12V e 1.6 16V. A Nissan tem cerca de 2.400 funcionários no Brasil.

Sobre a Nissan Motor Co. 
A Nissan é um fabricante global de veículos de linha completa, que vende mais de 60 modelos sob as marcas Nissan, INFINITI e Datsun. No Ano Fiscal de 2016, a empresa vendeu 5,63 milhões de veículos no mundo, gerando uma receita de 11,72 trilhões de ienes. No Ano Fiscal 2017, a companhia iniciou o "Nissan M.O.V.E. to 2022", um plano de seis anos com o objetivo de aumentar em 30% os lucros anuais, para 16,5 trilhões de ienes no fim do Ano Fiscal de 2022, juntamente com uma margem de lucro operacional de 8% e fluxo de caixa livre acumulado de 2,5 trilhões de ienes. Como parte do "Nissan M.O.V.E. to 2022", a empresa planeja ampliar sua liderança em veículos elétricos, simbolizada pelo veículo elétrico mais vendido do mundo na história, o Nissan LEAF. A sede global da Nissan, em Yokohama, Japão, gerencia operações em seis regiões: Ásia & Oceania; África, Oriente Médio e Índia; China; Europa; América Latina; e América do Norte. A Nissan tem uma força de trabalho global de 247.500 funcionários e tem sido parceira da fabricante francesa Renault, sob a Aliança Renault-Nissan, desde 1999. Em 2016, a Nissan adquiriu uma participação de 34% na Mitsubishi Motors. A Renault-Nissan-Mitsubishi é hoje a maior parceria automotiva do mundo, com vendas combinadas de mais de 10,6 milhões de veículos no ano calendário de 2017.

Para obter mais informações sobre nossos produtos, serviços e compromisso com a mobilidade sustentável, visite Nissan-Global.com. Você também pode nos seguir no FacebookInstagramTwitter e LinkedIn e ver todos os nossos vídeos mais recentes no YouTube.